Ligue-se a nós

Colunas

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Publicado

no

Cultivo de flores e plantas ajudam a aliviar ansiedade e depressão na pandemia; descubra quais podem ser criadas em casa sem perigo para crianças e animais

Em Isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter plantas em casa e cuidar delas podem ser um alívio e um passatempo que pode facilmente ser incorporado à rotina.  

Manter plantas em casa exige cuidados simples que podem ser feitos por qualquer pessoa, sem a necessidade de contratar um profissional. Além do contato com um pouco de natureza dentro de casa, o cultivo de plantas ainda é uma atividade terapêutica, como cita a jornalista Melissa Carmelo, de 30 anos. Ela conta que sempre gostou de plantas, mas a lida e a convivência diária com as plantas vieram para ficar durante a pandemia de covid-19, em agosto de 2020.

“Assim como muitos brasileiros, desenvolvi um quadro emocional de ansiedade e pânico, e durante uma sessão de terapia foi que as plantas surgiram como forma de resgate de memórias acolhedoras da infância e como uma atividade segura que me permite a abstenção do momento presente.

Acompanhar o desenvolvimento de uma plantinha acaba nos colocando em contato com nossos próprios processos e ideias, além de criar um vinculo de aprendizado e cuidado, o que pra mim foi essencial”, detalhou Melissa, que já havia tentado corte e costura, modelagem, musicoterapia e outras atividades para lidar com a ansiedade.

Anúncio

Melissa, que tem nome da planta, começou com quatro vasos de renda portuguesa (Davallia fejeensis), uma samambaia nativa das ilhas Fiji, de origem da Austrália, e que pode ser cultivada nos mais diferentes ambientes.

“Na hora não entendi porque havia escolhido esta plantinha entre tantas. Depois, me recordei. Minha avó Beatriz, a quem sou muito apegada, sempre cultivou a planta e foi a forma inconsciente que encontrei para trazê-la para perto. Quinze dias depois eu já tinha samambaia, diversas begônias, heras, jiboias, azaléias, bromélias, avencas, costelas de adão, lágrima de cristo, primavera… Atualmente tenho umas 20 espécies diferentes e mais de 30 vasos”.

Para a jornalista, além do efeito visual na decoração da casa e terapêutico, o cultivo das plantas se tornou uma forma de troca para fazer o outro feliz.

“Na era do compartilhamento, fomos pegos de surpresa por um vírus que nos impede de ir e vir e nos questiona sobre respeito ao próximo, política, planos e escolhas. Descobri que me faz bem poder compartilhar com familiares, amigos e vizinhos, vasinhos ou mudas das minhas próprias plantas como forma de aproximação emocional. E a onda pega. Em meados de março me infectei pelo coronavírus e como forma de amor, minha avó me enviou um vaso com uma muda de avenca que havia sido plantada pelo meu falecido avô anos atrás. Meu coração transbordou de felicidade e serviu como um acalanto durante minha recuperação”.

Melissa afirma que, quando o isolamento social acabar, o passatempo vai ficar: “Pretendo levar para a vida e continuar a usar como forma de atividade terapêutica. Também tenho interesse em me envolver mais em questões do meio ambiente,  projetos sociais que protegem o verde. Faz um bem sem igual estar perto da natureza, mesmo que simbolizada em vasos de plantas”.

Já a dona de casa e trader Thaís Doblado Prodomo, de 46 anos, cultiva plantas há 17 anos. “Quando eu morava em apartamento,  comecei cultivando um tipo de suculenta em três vasos na sacada, depois comprei sementes de coléus para outro vaso e plantei três jardineiras com kalanchoes (flor-da-fortuna) floridos. No decorrer dos anos, me tornei colecionadora de suculentas, comprei e ganhei também várias folhagens”.

Anúncio

Quando a quarentena começou, e já morando em uma casa, toda vez que precisava ir ao supermercado ou à loja de construção, Thaís voltava com novas mudas de suculentas.

“Mantenho esse costume até hoje, porque o isolamento social me causa muito desconforto e tristeza, e o cultivo de plantas é uma terapia para mim, fazendo com que eu me sinta melhor. Há dez anos eu me mudei para uma casa e atualmente tenho 25 jardineiras médias, 7 vasos grandes e 239 vasos de tamanhos variados, com suculentas, orquídeas, folhagens com e sem flores e um vaso com carnívora drosera, distribuídos na garagem, na sacada da suíte da frente, na cozinha e nos banheiros”.

Ela afirma que este é um passatempo que pretende manter por toda a vida. “Além de me servir como terapia contra estresse e depressão, embeleza a minha casa, torna os ambientes aconchegantes, traz alegria e conforto para minha família, além de alegrarem os vizinhos que passam pela minha porta e muitas vezes, ganham mudinhas, que ofereço com muito gosto”.

Para começar a cultivar

Para quem ainda não começou e pretende manter plantas e flores em casa, pode aproveitar este sábado (17), Dia Nacional da Botânica, para iniciar o cultivo. Quem dá as dicas é a Regina Bazani, especialista em plantas e flores ornamentais da MilPlantas (perfil do instagram: @milplantas), uma das maiores referências em plantas e flores ornamentais em São Paulo.

“Iniciei com espécies como cactos e suculentas. Elas podem estar em vasos ou em arranjos plantados. São espécies que precisam de cuidados menos intensos. Você pode também ter filodendros como a jiboia, orquídeas e ir testando lugares da casa, seu tempo para cuidado e se será possível dispor de mais tempo para outras espécies.”

Ela aconselha pesquisar sobre a espécie que se pretende comprar: “primeiro deve-se pesquisar a espécie que você quer ter e quais os cuidados que ela necessita: a rega correta para cada espécie; o adubo que lhe é mais indicado; um lugar iluminado, mas não diretamente no sol. [É importante] o olhar constante nas folhas e caules para ver se existe parasitas. E um segredinho pra saber se está na hora de regar é colocar o dedo na terra, se ele sair sem terra, está seca e deve ser regada”.

Anúncio

Segundo a especialista, para quem mora em casa ou mesmo apartamento, as plantas mais indicadas são:

Cróton – Esta espécie chama a atenção por suas folhas coloridas e grandes. Brilhantes e um pouco retorcidas, elas surgem em tamanhos variados e podem mesclar tons de vermelho, amarelo, verde ou laranja, formando lindas combinações. A folhagem exuberante somente será mantida se a planta receber bastante sol direto. “Por isso, posicione o vaso próximo a uma janela. Dicas importantes: ela não se adapta a locais com ar condicionado; ao manipular a planta, utilize luvas, pois sua seiva pode provocar irritações na pele”, aconselha Regina.

Orquídea – Campeã no uso interno, ela pede poucos cuidados. Uma das espécies mais comuns é a phalaenopsis, cujas flores arredondadas variam entre o branco, o rosa, o amarelo e a púrpura. Por ser bastante delicada, é melhor escorar sua haste em um apoio. “Vale a pena substituir os vasos de plástico pelos de barro, pois são porosos e drenam melhor a água. Deve ser cultivada à meia-sombra, recebendo iluminação indireta. Preste atenção na coloração da folhagem: se estiver escura, mude a orquídea de local”, diz a especialista.

Suculentas – São plantas que apresentam raiz, talo ou folhas engrossadas, característica que permite o armazenamento de água durante períodos prolongados. Bastante fáceis de cuidar, elas costumam “avisar” do que precisam, basta prestar atenção aos detalhes. “Se as folhas começarem a murchar, aumente gradativamente a quantidade de água; se as folhas da base começarem a apodrecer, diminua. Se ela ficar fina e perder muitas folhas, não está recebendo a quantidade necessária de luz. O ideal é proporcionar pelo menos quatro horas diárias de sol para que elas sobrevivam com saúde”.

Lança de São Jorge – É uma das espécies de plantas mais indicadas para cultivo dentro de casa. Além de ser uma planta fácil de cuidar – exige poucas regas e quase nada de adubação – a Lança de São Jorge se desenvolve muito bem em ambientes de baixa luminosidade, sendo ideais para aquele cantinho da sala sem muita luz.

Cacto – Ótima opção para quem não tem tempo ou jeito para cuidar de plantas, a espécie gosta de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Quanto mais sol seu cacto receber, mais robusto e bonito ele ficará. Quando plantado em vasos, ele estaciona seu crescimento ao perceber que o espaço acabou.

Anúncio

Bromélias – Com vários tipos diferentes de flores e folhas, a bromélia pode apresentar as mais variadas cores e complementar a decoração de qualquer ambiente. A luz direta pode queimar suas folhagens, portanto prefira mantê-las na sombra. Lembre-se também de molhá-la a cada dois dias.

Palmeira Ráfia ou Rápis- Esta é uma planta perfeita para ter dentro de apartamento: muito bonita e fácil de cuidar, esse tipo de palmeira é ideal para ser cultivada em salas de estar, por conta do seu tamanho mais avantajado. Deve ser mantida protegida do sol, mas em um ambiente com boa qualidade de luz natural.

Já quem deseja ainda ter uma horta em casa deve iniciar da forma mais simples, aconselha Regina: “comece comprando vasos plantados e deixe na sacada ou em seu quintal. Veja como funciona a dinâmica e aí você pode investir em um espaço para horta plantada em casa ou em vasos, inclusive até com os modelos auto irrigáveis”.

Espécies que devem ficar longe de crianças e animais

Em casas com crianças e animais domésticos, é preciso ter um cuidado especial, já que algumas espécies desencadeiam processos alérgicos ou são venenosas. Conheça algumas espécies que devem ser evitadas:

Antúrio – Todas as partes da planta possuem oxalato de cálcio, cujo princípio ativo oferece riscos a saúde dos animais. Os sintomas são vômitos, diarreia, salivação, asfixia, inchaço da boca, lábios e garganta, e edema de glote (uma reação alérgica tratada com adrenalina).

Azaleia – A adromedotoxina, encontrada principalmente no néctar da planta, ao ser ingerida pelo cachorro pode causar distúrbios digestivos e alterações cardíacas.

Anúncio

Bico-de-papagaio – “Esta planta é perigosa até para nós humanos”, explica Regina. “Quando seu látex leitoso entre em contato com os olhos causa irritação, lacrimejamento, inchaço das pálpebras e dificuldades na visão”. Mas com os animais domésticos o perigo é ainda maior. “Apenas o toque na planta é suficiente para causar lesões na pele e conjuntivite canina”. Em caso de ingestão, pode causar náuseas, vômitos e gastroenterite (inflamação que afeta o estômago e o intestino), adverte a especialista.

Espada-de-São-Jorge – Produz substâncias como glicosídeos prenúncios e saponinas esteroidais, que são tóxicas tanto para humanos quanto para animais. No caso de ingestão, essas plantas podem irritar a mucosa, levando a dificuldade de respiração e de movimentação, além de salivação intensa nos pets.

Lírio – Todas as partes da planta são tóxicas. Após serem tocadas ou ingeridas, os animais podem apresentar irritação oral e coceira na pele ou mucosas, irritação ocular, dificuldade para engolir e respirar, alterações nas funções renais e neurológicas.

Hortênsia – Possui uma princípio ativo chamado hidrangina, que a torna venenosa. Sua ingestão pode causar náuseas, irritação na pele, dor abdominal, letargia e vômitos. “Não é preciso jogar a flor fora, apenas certifique-se de mantê-la fora do alcance de crianças, que podem se atrair pela cor forte e por sua exuberância”, observa Regina.

Tinhorão, Comingo-ninguém-pode e Copo-de-leite – A ingestão delas provocam reações como inchaço de lábios, boca e língua, sensação de queimação, vômitos, salivação abundante, dificuldade de engolir e asfixia. Em contato com os olhos, elas podem provocar desde irritação até lesão na córnea.

Begônia – Sua ingestão pode provocar irritação na boca, língua e lábios, dificuldade em engolir e sensação intensa de queimadura.

Anúncio

Dama-da-noite – Suas partes tóxicas são os frutos imaturos e suas folhas, que se ingeridos pelos pets podem causar náuseas, vômito, agitação psicomotora, distúrbios comportamentais e alucinações.

Hera – É tóxica por inteira, o seu óleo urushiol irrita principalmente mucosas, causando coceira excessiva, irritação nos olhos, irritação oral, dificuldade de deglutição e até mesmo de respiração.

Ludmilla Souza, da Agência Brasil em São Paulo

Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas

Conexões Poderosas Para Uma Vida Com Bons Resultados

Publicado

no

Diante de todos os desafios que a vida pode proporcionar, ela é desejável e queremos prolonga-la, queremos que seja boa e queremos ter bons resultados nela. Quando isso acontece, nossa melhor versão aparece!

Será que você recebeu uma vida para viver controlado pelas circunstancias, sentimentos e emoções? Com certeza que não, porque você pode nutrir a habilidade de gerir suas próprias emoções e sentimentos.

A pessoa que deseja construir uma vida memorável e inesquecível, vivendo com intensidade, obtendo resultados significativos deve compreender a importância vital de determinadas conexões fundamentais na vida.

Conexão Com Você Mesmo

Mesmo vivendo um tempo em que é fácil estar conectado com tantas pessoas, ao mesmo tempo e em tantos lugares, a sua conexão com você mesmo vai te habilitar para as demais conexões em sua vida. Acredite…

Afinal de contas, será que uma pessoa pode amar o próximo se não for capaz de amar a si mesmo? Será que será capaz de fazer o bem, de se importar, de dar o melhor em razão de outra pessoa se estiver negligenciando a si mesmo? Ou o contrário também, se houver uma SUPERVALORIZAÇÃO de você por falta de conexão e estiver centrado no EGO como pode desenvolver conexões saudáveis?

Anúncio

Será possível ter compaixão de outra pessoa se não tem de você mesma? Será que pode apoiar o outro em sua dor se estiver negligenciando a sua?

Ou como dizer que AMA com profundidade se não estiver disposta a se amar profundamente?

Sem contar no PERDÃO, pode ser possível perdoar alguém enquanto se pune por erros, falhas e fracassos?

Sim, essa conexão com você mesmo, com a sua história, suas dores, suas feridas, sua superação, sua conquista e realizações é necessária! É preciso essa reconexão consigo mesmo para que você seja capaz de trazer os seus melhores resultados pra fora!

Conexão Com Deus e Sua Espiritualidade

E nesse processo uma outra conexão é ativada, sua conexão com Deus, sua espiritualidade. Isso tira você da superficialidade e te leva para uma profundidade maior com a vida. Uma percepção maior de você e do mundo ao redor.

Anúncio

Pensa no sinal de internet móvel e de wi-fi onde ambos são necessários para nos conectar com o mundo, gerando inúmeras possibilidades no dia a dia. Fazem total diferença na vida atual hoje, sim ou não?

Quando você desenvolve essa habilidade de se conectar com você mesmo e essa conexão te faz sentir vivo e conectado com Deus isso te possibilita ser capaz de superar, resistir, avançar, romper e enxergar que você é muito mais do que já foi capaz de viver ou realizar! Isso te empodera!

Aumenta sua capacidade de se enxergar como um ser único, insubstituível, incomparável com uma história para ser vivida e contada no mundo.

Te torna capaz de fazer diferença na vida das pessoas porque foi capaz de fazer diferença em sua própria vida sem deixar ela passar vivendo simplesmente no modo aleatório onde apenas se reage e responde aos fatos e acontecimentos sem nenhum protagonismo e vontade de vencer.

Uma Vida Com Protagonismo

Essas conexões juntas te tornam capaz de questionar, propor, construir, corrigir, vivendo com intenção, com decisão.

Anúncio

Viver com protagonismo sem abrir mão de você! Você não se subestima e não se superestima! Você vive! Vive com protagonismo saudável com decisão de estar no comando mesmo sabendo que não está no controle de tudo.

Isso é algo grandioso! Isso é relevante! Isso vale a pena!

Porque vale a pena se DESCOBRIR e descobrir um mundo de possibilidades, criatividade, habilidade e produtividade que você carrega com você, dentro de você. É uma injustiça com você deixar todo esse potencial escondido impedido de vir para fora pela negligência dessas conexões tão poderosas.

Bons Resultados Fazem A Vida Brilhar

A vida te convida e nos convida hoje a brilhar! Conectar com você mesmo é acender a lâmpada que fará sua luz resplandecer e viver uma vida extraordinária.

E a sua conexão com Deus, com seu criador é o grande farol que mesmo que sua luz própria esteja fraca ele te possibilita enxergar algo.

Anúncio

Sua conexão com você mesmo passa pela busca do autoconhecimento, e hoje há tantas ferramentas, conceitos e métodos para te apoiar nesse processo.

Sem conexão não há consciência. Sem consciência não há transformação

Mas porque resistir se você pode fazer tantas coisas e de maneira diferente, e porque continuar sendo a mesma pessoa se você pode ser alguém muito melhor a cada dia?

Eu te encorajo para ir além das conexões estabelecidas por suas redes sociais

Eu te encorajo a aceitar a solicitação para seguir sua alma e se conectar de forma especial com você mesmo e isso lhe trazer muito mais seguidores do que imagina. Porque seu poder de conexão começa em sua habilidade de se conectar com você mesmo, passa por sua conexão com Deus e transborda nas pessoas ao redor.

E por que eu insisto em reforçar o poder dessas conexões na sua vida?

Anúncio

Porque elas ativaram a minha vida, conectada com Deus e aprendendo a me conectar comigo mesmo fui capaz de sair do modo de vida com estagnação e limitação.

Essa conexão me permitiu sonhar, abrir meus olhos e ver a mim mesma de uma maneira que eu não via, transformar minha mentalidade, deixar de procrastinar e acreditar que eu podia mais, ela me permitiu assumir o controle da minha vida de maneira que eu não acreditava que fosse possível e eu hoje vivo para levar outras pessoas a esse mesmo nível de experiência.

Percepção Decisão E Ação

Fazer essas conexões e viver essas experiências, depende de cada pessoa e ninguém mais além dela.

Você merece viver essa experiência de reconexão e através disso transbordar no mundo com sua essência.

Mas quero que se lembre que a vida é justa, e apenas na medida que conecta com o mundo interior você de fato cria maior habilidade de estar conectado com o mundo exterior.

Anúncio

Então hoje é uma incrível oportunidade pra você começar, continuar ou melhorar essa conexão. E seus resultados estão apenas esperando por isso.

Vamos?

Afinal quem mais merece uma melhor versão de você para viver uma vida incrível do que você mesmo? Você merece uma Vida Boa, com Bons Resultados. Então perceba como estão essas conexões, decida o que vai fazer com sua percepção e aja. A vida só está te esperando.

Continuar Lendo

Colunas

Transparência nos Negócios: A Importância de Exibir Preços nas Redes Sociais

Publicado

no

A crescente popularidade das redes sociais como plataformas de venda trouxe novos desafios e regulamentações para empreendedores e lojistas. Um dos pontos mais discutidos e essenciais é a transparência nos preços dos produtos. No Rio de Janeiro, uma legislação específica foi criada para garantir essa clareza, beneficiando consumidores e estabelecendo um ambiente de negócios mais justo.

A Lei de Transparência de Preços no Rio de Janeiro

De acordo com a Lei Estadual nº 8.248/2018, estabelecimentos comerciais, incluindo lojas virtuais e vendedores que utilizam redes sociais, são obrigados a informar claramente o preço dos produtos oferecidos. A ocultação de preços e a prática de solicitar que o cliente “chame no direct” para obter essa informação são consideradas violações desta lei.

Por que essa lei é importante?

  1. Transparência e Confiança: A clareza nos preços gera confiança no consumidor. Quando um cliente vê o preço diretamente na postagem, sente-se mais seguro para realizar a compra.
  2. Competitividade Justa: Exibir os preços permite que os consumidores comparem diferentes ofertas de maneira justa e informada. Isso promove uma competição saudável entre os comerciantes.
  3. Evitar Frustrações: Muitas vezes, o pedido para “chamar no direct” pode ser interpretado como uma tentativa de ocultar preços altos ou práticas abusivas. A transparência ajuda a evitar frustrações e insatisfações por parte do consumidor.

Consequências para Quem Não Cumpre a Lei

Empreendedores e lojas que não cumprem a Lei nº 8.248/2018 estão sujeitos a penalidades que podem incluir multas e outras sanções administrativas. Além disso, a reputação da marca pode ser significativamente prejudicada, levando à perda de clientes e queda nas vendas.

Boas Práticas para Lojistas nas Redes Sociais

Para garantir que sua loja esteja em conformidade com a lei e construa uma relação de confiança com os clientes, siga estas boas práticas:

  1. Exiba os Preços de Forma Clara: Inclua o preço dos produtos em todas as postagens de venda. Certifique-se de que o preço está visível e legível.
  2. Seja Transparente sobre Custos Adicionais: Informe sobre possíveis custos adicionais, como frete e taxas, diretamente na postagem ou em um local de fácil acesso.
  3. Atualize os Preços Regularmente: Garanta que os preços exibidos estejam sempre atualizados para evitar confusões e reclamações.
  4. Eduque sua Equipe: Se você tem uma equipe responsável pelas redes sociais, assegure-se de que todos estão cientes das regulamentações e da importância da transparência.

Benefícios de Ser Transparente

Além de estar em conformidade com a lei, ser transparente sobre os preços pode trazer diversos benefícios para o seu negócio:

  • Fidelização do Cliente: Consumidores que se sentem respeitados e bem informados tendem a retornar e recomendar sua loja a outros.
  • Diferenciação no Mercado: Em um mercado competitivo, a transparência pode ser um diferencial significativo que destaca sua marca.
  • Redução de Reclamações: Clientes bem informados têm menos motivos para reclamações, resultando em um atendimento mais eficiente e menos estressante.

Conclusão

A exibição clara dos preços nas redes sociais não é apenas uma questão de cumprimento legal, mas também uma prática de boa fé que fortalece a relação entre comerciantes e consumidores. No Rio de Janeiro, a Lei nº 8.248/2018 é um passo importante para garantir essa transparência e promover um mercado mais justo e confiável. Portanto, empreendedores, adotem a transparência como um valor essencial em seus negócios e colham os frutos de uma relação de confiança e respeito com seus clientes.

Anúncio
Continuar Lendo

Colunas

O Empreendedor que está fora da internet, está fora do mercado?

Publicado

no

No universo corporativo, qualquer empresa que não se adaptar para as novas tecnologias tende a desaparecer

Nos dias atuais, a internet se tornou uma ferramenta indispensável para o sucesso nos negócios. Ela proporciona acesso a um público global, oportunidades de crescimento e uma plataforma para se conectar com clientes em potencial. Nessa realidade cada vez mais digital, surge a pergunta: o empreendedor que está fora da internet está realmente fora do mercado? Nesta matéria, vamos explorar o impacto da presença online no mundo dos negócios e discutir a importância de estar conectado para se manter competitivo.

A Era Digital e a Transformação dos Negócios

A evolução da tecnologia e o aumento do acesso à internet revolucionaram a forma como as empresas operam. Hoje, os consumidores têm um comportamento de compra cada vez mais voltado para o ambiente online, buscando informações, produtos e serviços através de dispositivos eletrônicos. Isso significa que, para atingir esse público, os empreendedores precisam estar presentes no mundo virtual.

Os Benefícios da Presença Online

Anúncio

Estar presente na internet traz inúmeros benefícios para os empreendedores. Primeiramente, a exposição online permite que sua empresa seja encontrada por uma audiência global, ampliando o alcance geográfico e possibilitando a conquista de novos clientes em diferentes regiões. Além disso, a internet oferece a oportunidade de interagir diretamente com o público-alvo, conhecendo suas preferências, necessidades e feedbacks.

Outro benefício importante é a capacidade de promover e vender produtos e serviços de forma mais eficiente e econômica. Através de plataformas digitais, como sites, redes sociais e marketplaces, é possível criar campanhas de marketing direcionadas, segmentar o público e analisar dados para otimizar estratégias de vendas.

A Importância das Redes Sociais e do Marketing Digital

As redes sociais desempenham um papel fundamental na comunicação e na divulgação de marcas. Elas permitem que os empreendedores construam relacionamentos com os clientes, compartilhem conteúdo relevante, respondam a perguntas e forneçam suporte ao cliente. Além disso, as redes sociais são um espaço para promover produtos, oferecer promoções e engajar o público de forma mais descontraída e interativa.

O marketing digital também é uma parte essencial da presença online. Estratégias como SEO (otimização para motores de busca), anúncios pagos, e-mail marketing e produção de conteúdo relevante ajudam a atrair tráfego para o seu site e a aumentar a visibilidade da sua marca.

Adaptação e Resiliência: O Sucesso do Empreendedor Digital

Anúncio

Para o empreendedor que ainda não está presente na internet, é importante reconhecer a necessidade de se adaptar às mudanças do mercado. Aqueles que se mantêm apenas nos meios tradicionais podem enfrentar dificuldades em alcançar o público e competir com os concorrentes que estão online.

No entanto, é válido ressaltar que a presença online não exclui a importância do atendimento e relacionamento pessoal com o cliente. Os empreendedores podem usar a internet como uma ferramenta para fortalecer essas relações, criando uma experiência integrada

Continuar Lendo

Mais Acessados

Copyright © 2021 | Nossa Casa Digital | Comércios Unidos Publicações Web LTDA - ME